Novo Fórum de Camaçari começa a ser erguido.



“A nova sede do fórum de Camaçari é mais uma grande conquista para o povo da nossa cidade que contará com melhor estrutura de atendimento”, declarou o prefeito Antonio Elinaldo durante a cerimônia de assinatura do contrato que possibilita a construção do prédio, celebrado entre o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e a empresa contratada, na manhã desta terça-feira (30/5).
 O gestor do município aproveitou a ocasião e fez pedido em público aos representantes da empreiteira, presentes no ato: “peço que, em todo processo de edificação, a mão de obra local seja priorizada”, concluiu o prefeito ao lembrar que este momento é resultado da união de esforços entre o TJ-BA e o município, que doou uma área de 6,6 mil metros quadrados para construção da nova sede, que começa de imediato e deve ser entregue no final do ano.
 O terreno doado fica localizado em uma área privilegiada, no Centro Administrativo de Camaçari, mais precisamente em frente ao atual Fórum Clemente Mariani. Do espaço total disponibilizado, 4,5 mil metros quadrados serão de área construída. A nova sede representará um investimento na ordem de R$ 16 milhões, feito pelo TJ-BA.
 O prédio terá seis pavimentos e capacidade para acomodar 15 varas judiciais. A estrutura atual do Fórum comporta apenas dez varas. A nova sede permitirá a ampliação na oferta de serviços, prevista para ocorrer. Segundo a diretora do Fórum, a juíza Fernanda Karina Vasconcellos Símaro, titular da Vara da Família, “a expectativa é que com as novas instalações, no mínimo, mais duas novas varas sejam criadas”, explicou ela.
Um núcleo de mediação e conciliação também integrará a nova sede da Justiça, que vai contar também com representação de importantes órgãos, a exemplo da Ordem dos Advogados (OAB), Ministério Público e Defensoria Pública. Com a construção do novo Fórum, o Tribunal de Justiça irá ceder ao município os dois prédios onde atualmente funcionam as varas judiciais.
O corregedor Geral da Justiça, desembargador Osvaldo de Almeida Bomfim, que na ocasião representou a presidente do TJ-BA, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, falou da felicidade que sente em ver esse novo momento no judiciário do município, pois acompanhou desde a década de 90 as dificuldades da população em relação ao Fórum, que já naquele tempo não dispunha de espaço suficiente para garantir o efetivo funcionamento.
 O desembargador falou ainda sobre a importância de estreitar o relacionamento entre os três poderes da república, executivo, legislativo e judiciário, que apesar de independentes, são harmônicos. “Unidos somos mais fortes”, concluiu o desembargador. A solenidade também foi acompanhada pelo vice-prefeito, José Tude, secretários e vereadores municipais, além de autoridades do judiciário.


Autor: Ascom/PMC
GALERIA DE FOTOS


Related Posts

0 comentários: