Inscrição do ProJovem Urbano acontece no Cetep


As inscrições para o ProJovem Urbano começaram nesta terça-feira (21/10) no Cetep-RM (Centro Territorial de Educação da Região Metropolitana). Ao todo, 150 vagas são oferecidas para pessoas com idades entre 18 e 29 anos, que saibam ler e escrever e não tenham concluído o ensino fundamental.
Inicialmente, a matrícula seria feita das 8h às 12h. Mas, para melhorar o atendimento à população o horário foi estendido para o turno da tarde, das 13h às 16h. A duração das inscrições vai de acordo com a disponibilidade das vagas. Os documentos necessários para realizar o procedimento são originais e cópias da carteira de identidade, CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), comprovante de residência e histórico escolar.
O programa ainda disponibiliza sala de acolhimento para os filhos dos estudantes. Para ter acesso é necessário levar, no momento da inscrição, a certidão de nascimento do filho. O atendimento é para crianças de 0 a 8 anos, que serão acompanhadas por profissional especializado, o espaço contará ainda com brinquedoteca.
A cabeleireira Camila Pesca do Nascimento, de 24 anos, é moradora do bairro Ponto Certo e fez a inscrição incentivada pelo marido. “Sem estudo a gente não é nada. Faz 8 anos que parei de estudar. É difícil quando vou procurar trabalho”, afirmou. A cabeleireira se matriculou no turno vespertino e pretende trazer a filha Sabrina Nascimento Neves, de 8 anos, para a sala de acolhimento.
A previsão do início das aulas é para o dia 17 de novembro e tem 60 vagas para o turno vespertino, que será realizado no Cetep, no Centro, e 90 vagas para o noturno, com aulas na Escola Municipal Helena Celestino de Magalhães, no bairro Gravatá. Com duração de 18 meses e 2 mil horas, o cronograma é executado de acordo com o funcionamento da escola. Os inscritos ainda recebem material didático, alimentação e bolsa-auxílio no valor de R$ 100,00 mensais, desde que tenham 75% da frequência e entregue os trabalhos curriculares.
O objetivo é a conclusão do ensino fundamental integrada à qualificação profissional. Em Camaçari, a qualificação acontece no eixo Metal Mecânica, que oferece cursos de serralheria, funilaria, auxiliar de produção de vendas e assistente de vendas.
O morador do bairro Parque Verde 2, o montador de móveis Lucivaldo Alves Ataíde, de 22 anos, se inscreveu porque quer melhorar no emprego e o programa oferece a possibilidade de estudar à noite. “A capacitação técnica também foi um estímulo”, concluiu o montador.
O ProJovem Urbano é uma das modalidades do ProJovem Integrado (Programa Nacional de Inclusão de Jovens). Este é o primeiro ano de realização no Município. Executado pela Seduc (Secretaria da Educação), o programa é do governo federal, vinculado ao Ministério da Educação e realizado em parceria com as secretarias estaduais da Educação.

Related Posts

0 comentários: