Professora da Hora: Tácia Lenira

A dança passou a fazer parte do seu cotidiano a partir dos seis anos de idade




A vontade de movimentar-se, tão perceptível na maioria das crianças, era igualmente notável na infância da educadora de balé da Cidade do Saber, Tácia Lenira. Para ela, porém, praticar uma atividade física era uma necessidade. A dança passou a fazer parte do seu cotidiano a partir dos seis anos de idade, como forma de amenizar os sintomas de um problema respiratório. “Mas eu já gostava tanto de dançar que nem sei se a orientação médica fez muita diferença”, brinca a bailarina coreógrafa.
Com 11 anos, Tácia começou a frequentar aulas de dança clássica oferecidas gratuitamente por uma ONG. Em pouco tempo, destacou-se pela fácil assimilação das técnicas. Logo começou a buscar novas fontes de aprendizado. Na Funceb, fez o curso técnico de profissionalização em bailarina clássica. Começou a ensinar de forma voluntária, para o grupo de dança da paróquia que frequenta e mais tarde foi integrada ao corpo de docentes da Ebateca, através da qual chegou à Cidade do Saber, onde atua há cerca de um ano. “Sinto-me realizada. Foi o que escolhi para a minha vida e gosto muito do que faço. O aprendizado nunca cessa”, conclui.
--
Wesley Sobrinho - Ascom CDS

Related Posts

0 comentários: