Município capacita multiplicadores




Com o objetivo de formar multiplicadores nas comunidades do Município para o projeto de Mobilização Social para a Prevenção e o Controle da Dengue, a Prefeitura, em parceria com a Sesab (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia) e com a Fundação Luís Eduardo Magalhães, promoveu nesta quarta-feira (31/10) a Oficina de Capacitação dos Articuladores.
Realizada no Centro Educacional Paulo Freire, no bairro Nova Vitória, a capacitação envolveu 50 pessoas, dentre agentes de endemias, agentes comunitários de saúde e lideranças comunitárias, pré-selecionadas pelos coordenadores municipais do projeto para promoverem a mobilização nas comunidades.
De acordo com a técnica da Sesab, Vânia Andrade, foram selecionados representantes dos bairros que apresentaram índices elevados de infestação e de casos de dengue, entre eles o Parque Satélite, Gleba C, Phoc II, Natal, Ficam, Burissatuba e Nova Vitória, todos na sede do Município. Além de Vila de Abrantes, Arembepe e Barra do Pojuca, na orla.
“Em cada local foram selecionados cinco articuladores, que juntos com o grupo de apoiadores das comunidades e dos coordenadores do projeto vão realizar ações de prevenção e controle da dengue”, informa.
Ainda segundo a técnica da Sesab, a intenção é de que a população seja corresponsável pelo programa municipal de controle da dengue, “uma vez que 90% dos criadouros do mosquito, transmissor da doença, se encontram nos domicílios”, explica.  
Segundo o diretor de Vigilância em Saúde de Camaçari, Celso Amorim, depois da oficina serão realizadas ações educativas nos bairros selecionados, como mutirões de limpeza, palestras e distribuição de material informativo.
Na avaliação da agente de Endemias Daniela Silva, a capacitação contribui para qualificação profissional e deixa claro como será a interação entre os articuladores e os moradores.  “Este é um trabalho conjunto, que deve envolver toda a comunidade”, enfatiza.
A presidente da Associação de Moradores do bairro Nova Vitória, Vera Lucia da Silva, também é uma das articuladoras voluntárias do projeto. A partir da capacitação, ela pretende ser um instrumento de comunicação e educação da comunidade, “para que todos possam participar de forma ativa no combate à dengue”, disse.
Durante a oficina, foram abordadas questões relativas à mobilização social e a dengue, a exemplo da forma de contágio, sintomas, medidas preventivas e etapas de evolução do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença.
À tarde, será realizado um treinamento sobre o SISMOB (Sistema de Informação da Mobilização Social). Na oportunidade, os articuladores vão aprender a cadastrar as ações e compartilhar as experiências do projeto.  
A capacitação dos articuladores é a segunda etapa do projeto de Mobilização Social para a Prevenção e o Controle da Dengue no Estado da Bahia. A primeira foi realizada em agosto e consistiu em reuniões com gestores, encontro com agentes comunitários e de endemias e diagnóstico dos bairros selecionados.
Camaçari participa com mais 22 cidades baianas do projeto desenvolvido e executado pela Sesab em parceria com as prefeituras e com a assessoria técnica e operacional da Fundação Luís Eduardo Magalhães. No Município, a parceria é firmada através da Sesau (Secretaria da Saúde).

Related Posts

0 comentários: