Tem início a maior obra do Município com recurso de quase R$ 274 milhões - Noticias, Eventos e Entretenimento!

Breaking

terça-feira, janeiro 31, 2012

Tem início a maior obra do Município com recurso de quase R$ 274 milhões



As intervenções para a Revitalização Urbanística da Bacia do Rio Camaçari iniciaram nesta segunda-feira (30/01), com a dragagem do rio, ao lado da Cidade do Saber. A assinatura da ordem de serviço, realizada no mesmo dia e local, contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff e do governador do estado Jaques Wagner.
Considerada a maior obra da história do Município, o projeto vai beneficiar cerca de 90 mil moradores, o que equivale a mais de 60% da população da sede do Município.
As intervenções têm o objetivo de recuperar, dragar, limpar e despoluir o rio Camaçari e os afluentes Piaçaveira, da Prata, Eiu Branco, Pedreiras, Mandú e do Canal da Acajutiba, além de promover uma profunda transformação paisagística, assegurando mais qualidade de vida à população.
A obra conta com recurso de quase R$ 274 milhões, sendo cerca de R$ 24 milhões da Prefeitura. A verba federal é proveniente do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento).
O projeto prevê ainda a construção de novas pontes, pontilhões e unidades hidráulico-sanitárias, recuperação do Horto Florestal, com a criação do Parque Botânico, e a conclusão da recuperação do Morro da Manteiga.  
Estão previstos ainda a construção de 22 equipamentos comunitários, dois CRAS (Centro de Referência de Assistência Social)/Casa da Família, praças, quadras poliesportiva, parques, urbanização, ajardinamento com plantio de gramas e árvores, instalação de aparelhos de ginástica, de brinquedos, quiosques comerciais e de convivência.
Um conjunto de 21 bairros no entorno do rio será contemplado com a obra, o que corresponde a cerca de 41% dos bairros da sede. Entre os beneficiados estão Nova Aliança (Phoc 1), Renascer (Phoc 2), Tancredo Neves (Phoc 3), Nova Vitória e Novo Horizonte, além dos bairros Parque Satélite, Parque Florestal, Natal, Novo Horizonte, Centro, Jardim Brasília, dos 46, Recanto das Árvores, Gleba C, Dr. Ulysses Guimarães (Glebas E), Parque Verde, Verdes Horizontes, Piaçaveira, Acajutiba e Jardim Palmeira.
 PARTE SOCIAL
Cerca de 11.600 famílias que se encontram em áreas de risco na poligonal do projeto serão indenizadas e/ou reassentadas. Nesses casos, 2.357 serão removidas para as unidades habitacionais construídas através do programa Minha Casa, Minha Vida.
Também será garantido às famílias reassentadas o acesso à educação, saúde, esporte, lazer e transporte público no novo local de moradia, além de serem inseridas em projetos sócio-ambientais.
Durante todo o processo de implantação do projeto serão desenvolvidos trabalhos sócio-ambientais que atendem a três eixos, o de Mobilização Comunitária (MOC), Educação Sanitária e Ambiental (ESA) e Geração de Trabalho e Renda (GTR). Isso serve também para os 210 estabelecimentos comerciais encontrados na poligonal do projeto.
Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here