Teleconferência define ações do Pronatec em Camaçari - Noticias, Eventos e Entretenimento!

Breaking

terça-feira, dezembro 13, 2011

Teleconferência define ações do Pronatec em Camaçari



Durante a teleconferência promovida pelo MEC (Ministério da Educação) e pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza) para tratar do funcionamento do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) no Município, ficou definida a liberação da senha que dará acesso ao cadastro e acompanhamento dos cursos que beneficiarão os contemplados do Programa de Superação da Pobreza Extrema de Camaçari.
Na oportunidade, também foram tratadas questões referentes à operacionalização do Sistec/MEC (Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica). O encontro, que aconteceu nesta segunda-feira (12/12), foi realizado na sala de teleconferência da Cidade do Saber.
O próximo passo será a realização de uma reunião com as instituições ofertantes dos cursos de capacitação para definir um calendário com as datas das matrículas e início das aulas do programa.
De acordo com o secretário da Cidadania e Inclusão (Seinc) e coordenador do Pronatec no Município, Carlos Silveira, será realizado um estudo com o CIAT (Centro de Integração e Apoio ao Trabalhador) de Camaçari para identificar as demandas e a partir daí dividir as vagas de cursos. Os cadastrados no CadÙnico terão prioridade no momento da intermediação e contratação da mão de obra pelas empresas. “A previsão é que as aulas iniciem em fevereiro de 2012”, completou.
A iniciativa, que faz parte do Plano Nacional Brasil Sem Miséria, do governo federal, destinou para Camaçari, na primeira etapa, 1.720 vagas de cursos de capacitação. Destas, 440 serão reservadas para moradores da orla. O Pronatec é destinado às pessoas cadastradas no CadÚnico, com idade entre 18 e 59 anos de idade ou que tenham renda per capita de até R$ 70 mensal.
Entre os cursos disponibilizados para o Município estão os de torneiro mecânico, caldeireiro, alfabetização avançada em Língua Portuguesa, Matemática, Tecnologia e Empreendedorismo, pedreiro, fresador mecânico, garçom básico, recepcionista, porteiro e vigia.
A teleconferência foi ministrada pelo diretor de Inclusão de Produção Urbana do MDS, Luiz Muller, e pela coordenadora da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Nilva Schroeder.
Também participaram do encontro o secretário da Habitação, Djalma Machado, além da coordenadora de educação continuada do IFBaiano (Instituto Federal Baiano), Daiane Luz, a gerente regional do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Delma Raquel, o coordenador de Emprego e Renda do Município, Benedito Ernani, mais as assessoras técnicas da Secin, Liliane Góes, e da Sedes (Secretaria do Desenvolvimento Social), Sara Andrade.
Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here