Camaçari exporta Programa - Noticias, Eventos e Entretenimento!

Breaking

quarta-feira, março 16, 2011

Camaçari exporta Programa



Graças a experiência exitosa da Unidade de Apoio às Pessoas com Doença Falciforme (Unifal) de Camaçari, o Programa Municipal de Atenção Integral à Pessoa com Doença Falciforme servirá de modelo para a implantação de projetos semelhantes em cidades mineiras. Na tarde de hoje (15/03), representantes da Associação dos Pacientes da Doença Falciforme de Minas Gerais estiveram em Camaçari para conhecer a Unifal, assim como os avanços e ações que beneficiam os portadores da doença que vivem no Município. De acordo com o coordenador da Unifal, Thiago Novais, Minas Gerais conta com o programa estadual de atenção a doença falciforme, mas a capital Belo Horizonte e demais cidades ainda não possuem programas municipais. Segundo ele, a visita teve objetivo de verificar a metodologia adotada por Camaçari para implantação do programa. Na ocasião, a presidente da associação mineira, Maria Zeno, disse que conheceu o trabalho realizado em Camaçari através da participação do Município em encontros acerca do tema promovidos em Minas Gerais. Interessada, ela disse que pesquisou sobre a Unifal e resolveu conhecer a unidade de perto. “Fiquei maravilhada com tudo que vi, pois o trabalho desenvolvido aqui tem grande preocupação com o bem-estar do paciente.”  A reunião aconteceu na Unifal, que integra o Centro de Unidades de Apoio e Referência em Saúde (Cuidar). Participaram do encontro, o advogado da Associação dos Pacientes da Doença Falciforme de Minas Gerais, Itamar Martins, e a farmacêutica e bioquímica da Unifal, Neide Justo.

UNIFAL

Atualmente, a Unifal atende 400 pacientes com traço e doença falciforme no Município. No local, é oferecido atendimento com médico hematologista, assistente social e nutricionista, além encaminhamento para exames e vacinas especiais, orientação quanto ao consumo de medicações e coleta de exames laboratoriais feitos na própria unidade. Nos últimos seis anos, os portadores de doença falciforme de Camaçari tiveram um apoio significativo da Prefeitura. As iniciativas que beneficiam os falcêmicos tiveram início em 2005, com a implantação do serviço de hematologia na Policlínica de Especialidades do Centro. Em 2008, os portadores de doença falciforme passaram a contar com hematologista exclusivo na Policlínica. Já em 2009, o serviço de hematologia para os falcêmicos foi para o Cuidar, local onde os mesmos contam com uma equipe multiprofossional e ampliada, mais a realização de trabalho educativo.  A Associação Camaçariense das Pessoas com Doença Falciforme (Acapdf), criada em 2002, é uma importante parceira dos serviços realizados pela Unifal.
Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here