APAE promove diversas atividades - Noticias, Eventos e Entretenimento!

Breaking

terça-feira, agosto 24, 2010

APAE promove diversas atividades

24 de Agosto de 2010



Inclusão social de pessoas com deficiência através da prática de esportes, artes e preparo para inserção no mercado profissional e na educação regular. Todos esses benefícios são possíveis graças ao convênio da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Camaçari, com as secretarias municipais da Educação (Seduc) e da Cultura (Secult). Em comemoração às vitórias alcançadas no decorrer dos 21 anos de existência no Município, a entidade participa da 21ª Semana Nacional da Pessoa com Deficiência. A abertura da programação foi marcada por um batizado de capoeira, na Cidade do Saber, que reuniu cerca de 80 pessoas atendidas pela Apae. Além dos familiares, acompanharam a cerimônia o secretário da Cultura, Vital Vasconcelos e a subsecretária Elisangela Sena. Nesta segunda-feira (23/08), na sede da entidade, foi realizada a palestra Ser mãe: Conquistas e Desafios, ministrada pela assistente social do Centro de Unidades de Apoio e Referência em Saúde (Cuidar), Inês Rosa. “Por ser mãe de um adolescente de 17 anos, com deficiência, sei o que é passar por situações de preconceito. Através das palestras, trabalho nas mães a auto-estima e a aceitação destes filhos como dádivas”, revelou. Cerca de 50 pessoas participaram do encontro, que contou com diversos relatos sobre os desafios e superações. Maria Madalena de Oliveira, mãe de uma das crianças atendidas pela unidade da Apae de Camaçari, foi uma das mães que falaram sobre a rotina com os filhos. De acordo com a diretora da entidade, Adalgisa Maria Leitão, 210 crianças e adultos com múltiplas deficiências, auditiva, intelectual e síndrome de down são acolhidos na Apae. Segundo ela, “o preconceito diminuiu, porém é importante que mais oportunidades sejam oferecidas para estas pessoas”. Para a presidente da Apae em Camaçari, Hebe Maria Costa Pinto, apesar da ajuda imprescindível da administração municipal, é fundamental a construção de uma sede própria.  “Hoje em dia o pagamento do aluguel da sede da Apae é feito através da Prefeitura. Porém, poderíamos ampliar ainda mais os trabalhos se tivéssemos um imóvel projetado especialmente para atender as nossas necessidades”, afirmou. Com o tema Oportunidade: um sopro para ir mais além, o evento segue até a próxima sexta-feira (27/08) e vai debater os direitos das pessoas com deficiência nos espaços sociais.
Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here