Camaçari será beneficiada com Policlínica Regional

Camaçari será beneficiada com Policlínica Regional


O secretário da Saúde de Camaçari, Elias Natan, representando o prefeito Antonio Elinaldo, participou, na Governadoria do Estado, junto com outros prefeitos e secretários de Saúde, da assinatura da ordem de serviço para construção de uma Policlínica Regional no município de Simões Filho.
A Policlínica, que beneficiará 15 municípios da Região Metropolitana de Salvador, entre estes Camaçari, custará cerca de R$ 20 milhões, entre obras e equipamentos, que serão assumidos integralmente pelo Governo do Estado. Já a manutenção será compartilhada entre o Estado, que financiará 40% dos custos, e os municípios do consórcio intermunicipal, que vão cobrir os 60% restantes, proporcionalmente à sua população.
De acordo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, a Policlínica oferecerá todos os exames de imagens, laboratoriais e especialidades necessárias para acabar com a fila de espera nos municípios consorciados. Entre os exames estão ressonâncias, eletros, Raio-X, colonoscopia, mamografias, tomografias e outros.
Para o secretário Elias Natan, o próximo passo será fazer um levantamento, junto a Central de Regulação, de quais os exames e especialidades que Camaçari possui maior demanda ou que não tem na rede conveniada e pública.
“Os municípios consorciados devem traçar esse perfil para que na Policlínica Regional sejam ofertados os exames de acordo com as nossas necessidades. De certo é que o custo de muitos exames, que hoje fazemos na rede conveniada, será bem menor para o município fazendo na Policlínica Regional, uma vez que 40% do valor será pago pelo estado e os outros 60% será dividido entre os conveniados”, destaca Elias Natan.
Apesar de o Governo Estadual ter assinado a ordem de serviço, que autoriza a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado, através da Conder, dar início ao processo licitatório, ainda não há previsão para o início da construção, que tem previsão de 11 meses de obras.

Recadastramento do transporte universitário de Camaçari começa hoje.

Recadastramento do transporte universitário de Camaçari começa hoje.


Começa hoje o recadastramento para os estudantes de Camaçari que utilizam o Transporte Universitário. O procedimento segue até o dia 17 de fevereiro, no posto da Coordenação de Transporte Universitário, situado na Estação Rodoviária, das 8h às 12h e das 14h às 17h, para os alunos da sede e orla do Município.
Para realizar o recadastramento é preciso apresentar a carteirinha, comprovante de residência atual, para conferência, e o original e cópia do comprovante de matrícula carimbado e assinado pela instituição de ensino.
O programa Transporte Universitário oferece transporte gratuito para aproximadamente 4 mil estudantes da sede e orla do Município, de cursos técnicos e universitários, que residem na orla e estudam em instituições de ensino da sede, e dos moradores da sede e orla que estudam em municípios vizinhos.

Dois novos convênios são firmados na área de educação

Dois novos convênios são firmados na área de educação


O Clube de Desconto oferece mais dois novos convênios na área de educação para o servidor municipal. Desta vez, com as faculdades Ruy Barbosa e Área 1. São descontos de 20% nos cursos de Graduação, Pós-Graduação e Extensão em ambas as instituições. Ao todo, já são seis os estabelecimentos de ensino superior conveniados.
Para ter desconto, o servidor deverá, no momento da inscrição, apresentar o contracheque atualizado e um documento oficial com foto ou a identidade funcional (crachá) e solicitar o abatimento. Para conhecer os parceiros basta clicar no botão com a marca do “Clube do Desconto” que está disponível no “Portal do Servidor”.
O programa municipal é gerido pela Secretaria da Administração (Secad). São ofertados descontos ou condições especiais exclusivos que visam beneficiar todos os servidores ativos e inativos da administração direta e indireta, assim como os respectivos dependentes.
Atualmente, o programa de desconto está conveniado com 40 empresas dos setores de saúde e beleza, educação, alimentação, vestuário, imobiliário, bancos, lazer e variedades. Além disso, a Secad trabalha para ampliar a rede de parceiros no intuito de garantir ainda mais benefícios aos servidores.

Central de Distribuição da Ricardo Eletro será transferida de Lauro de Freitas para Camaçari

Central de Distribuição da Ricardo Eletro será transferida de Lauro de Freitas para Camaçari

O centro de distribuição da Ricardo Eletro/Insinuante, que fica no município de Lauro de Freitas, vai ser transferido para Camaçari. Essa é a primeira grande notícia que o secretário de Desenvolvimento Econômico do Município, Sérgio Vilalva, deu ao prefeito Antonio Elinaldo e à população camaçariense poucos dias após tomar posse. “O grupo Ricardo Eletro escolheu a cidade de Camaçari para reiniciar suas operações a partir de fevereiro”, anunciou, informando que o investimento será de R$ 50 milhões, com geração de 300 a 350 empregos diretos. 
Ele explicou que havia uma pressa da empresa para arrumar um lugar para se instalar. “Sabendo disso, conseguimos viabilizar a instalação junto a empresários locais, em forma de parceria”. Vilalva disse que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico trabalha “em linha” com os empresários e que as portas da pasta estão “escancaradas” para quem quiser vir trabalhar em Camaçari.  Ele lembrou que os empresários precisavam de uma interlocução em relação à prefeitura, e agora têm. 
A Ricardo Eletro vai se instalar em um galpão pré-existente na área da Via de Ligação, onde já estão a central de distribuição da G-Barbosa, a Votorantim, a Farmácia Santana e outras empresas. “Ou seja, estamos consolidando um polo logístico de varejo. Até para o fornecedor de fora que atende a essas empresas fica melhor essa logística, pois fará todas suas entregas num mesmo local. A gente entende que outras empresas, com essa facilidade para entregar, virão se instalar aqui”.
Vilalva lembrou que Camaçari é um polo econômico importante. “Além dessa facilidade logística, você tem o posicionamento de grandes empresas de varejo aqui como a Le Biscuit, a Casas Bahias, tem a facilidade da mão de obra com pessoas qualificadas nessa área. Já existe uma simbiose, o clima está todo focado nesse sentido. Fora a vocação industrial, Camaçari como centro distribuidor é muito atraente a novos investimentos”.

Prefeito Elinaldo contrata firma de filhos de aliado sem licitação na BA

Prefeito Elinaldo contrata firma de filhos de aliado sem licitação na BA


Recém­-empossado para a Prefeitura de Camaçari, região metropolitana de Salvador, o prefeito Elinaldo Araújo (DEM) assinou contrato emergencial com dispensa de licitação para os serviços de coleta de lixo da cidade.

A empresa contratada foi a Naturalle Tratamento de Resíduos, que tem como sócia a RVT Incorporação —pertencente aos irmãos Vitor e Rodrigo Loureiro Souto.

 Ambos são filhos do ex­governador da Bahia Paulo Souto (DEM), atual secretário da Fazenda de Salvador na gestão de ACM Neto (DEM).

Responsável pela gestão da Naturalle, atuando como sócio administrador, Vitor Souto também é filiado ao DEM desde 2009. A empresa foi criada em 2014.

O contrato emergencial, com prazo de 90 dias, custará R$ 17,4 milhões ao município. Prevê serviços de coleta de lixo domiciliar e de zeladoria como varrição, roçagem e lavagem das vias públicas.

Quarta maior cidade da Bahia, Camaçari abriga o principal polo industrial do Estado. Tem a segunda maior economia e a segunda maior arrecadação da Bahia, com orçamento de R$ 1,2 bilhão.

A Naturalle foi contratada em substituição à Abrantes Ambiental, que operava o lixo na gestão do prefeito Ademar Delgado (PCdoB) sob contrato emergencial encerrado em 31 de dezembro.

A gestão de Delgado chegou a fazer licitação para coleta de lixo na reta final da gestão, vencida pela própria Abrantes. O certame, contudo, foi suspenso pela Justiça.

Advogado especialista em Direito Público, José Amando Júnior diz que a contratação da nova empresa de coleta de lixo sem licitação não tem base legal. Mas diz que o erro foi da gestão anterior. "Tecnicamente, não houve emergência, mas falta de planejamento da gestão anterior.

Como é inimaginável a cidade ficar sem coleta de lixo, já que não havia tempo hábil para uma licitação, a dispensa acaba aceita", diz. Segundo ele, a prefeitura deve usar o período do contrato emergencial para licitar o serviço de coleta de lixo. E deve ser punida caso prorrogue o contrato por mais tempo que os 90 dias previstos.


 PREFEITURAS

 Além da Naturalle, Vitor Souto também é sócio de outra empresa que atua no setor de coleta de lixo —a Ecolurb Engenharia, Conservação e Limpeza Urbana.

As duas funcionam no mesmo endereço em Salvador. Desde 2013, a empresa assumiu a coleta de lixo de importantes municípios baianos governados por partidos aliados do DEM, caso de Valença, Irecê, Espanada e São Sebastião do Passé. Nas quatro cidades, os contratos firmados foram emergenciais, com dispensa de licitação.

A Ecolurb também firmou contratos com prefeituras de Catu e Dias D'Ávila, governadas pelo PT.

OUTRO LADO

A prefeitura de Camaçari informou, por meio da coordenadoria de comunicação, que a contratação da Naturalle Tratamento de Resíduos foi feita de forma legal, com respaldo na lei de licitações.

 Diz que quatro empresas enviaram cartas à prefeitura manifestando interesse em assumir a operação de lixo da cidade, cujo contrato vigente seria encerrado em 31 de dezembro de 2016. Três das quatro empresas apresentaram propostas —Naturalle, MM Consultoria e Biosanear. Segundo a prefeitura, a Naturalle teria oferecido o menor preço.

 A prefeitura ainda afirma que o contrato representará economia de R$ 1 milhão por mês em comparação com a empresa que prestava o serviço na gestão anterior. Diz que o novo contrato prevê que a empresa também opere o aterro sanitário de Camaçari, que custa mensalmente R$ 980 mil. A prefeitura ainda informa que deverá licitar o serviço de coleta

Folha de São Paulo

Será que as UPAs voltam a funcionar agora em Camaçari?

Será que as UPAs voltam a funcionar agora em Camaçari?


Por volta das 22h30 da terça-feira (03), o secretário de Saúde de Camaçari, Elias Natan, visitou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Gleba A para acompanhar a rotina e as pendências da mesma. A visita foi acompanhada pelo coordenador médico das UPAs, Dr. Arthur Sampaio, que estava de plantão na unidade. Gerida pelo Instituto de Gestão e Humanização – IGH, a UPA tipo 1 é a maior do município e tem dado suporte a pacientes de todos os bairros.
Durante a visita Elias Natan conversou com funcionários, pacientes e fiscalizou todas as salas e setores da unidade. “A UPA está funcionando bem. Tem toda estrutura necessária para receber pacientes até em estado grave enquanto aguarda a regulação. Hoje estão de plantão quatro médicos, sendo dois pediatras. A pendência que precisamos resolver imediatamente é colocar o raio-X para funcionar e a sala de gesso também. É muito complicado uma UPA está funcionando sem o funcionamento do raio-X”, destacou o secretário.
Um relatório sobre a situação de todas as UPAs, UBS e PSF de Camaçari está sendo preparado por cada coordenador das unidades para ser entregue e discutido com o secretário. “Além de analisar esses relatórios para solucionar as pendências e melhor atender a população, iremos nos debruçar sobre as planilhas de custos de todos os contratos da saúde. Pois, é necessário reverter cada centavo aplicado em um bom serviço de saúde para população. Essa é a determinação do prefeito Elinaldo”, afirmou Natan.

Camaçari ainda respira Lixo.

Camaçari ainda respira Lixo.

A Prefeitura de Camaçari antecipou para ontem (3) o início da Operação Camaçari Limpa, iniciativa que garante a coleta emergencial do lixo acumulado na sede e orla do município – por conta de problemas ocorridos na gestão passada. Ontem o prefeito Antonio Elinaldo acompanhou o primeiro dia da coleta na sede, que começou recolhendo o lixo nos conjuntos habitacionais Mutá, Lucaia e Penha.
Para a primeira fase do trabalho foram utilizados três carros compactadores de lixo na sede e 5 na orla, sendo que a partir desta quarta-feira (4) esse número deve ser ampliado para dar mais celeridade ao processo. "A nossa expectativa é de que até esse fim de semana a gente consiga coletar todo o lixo que deixou de ser recolhido no ano passado", disse Elinaldo.
No primeiro dia da operação na sede a coleta foi feita em 10 bairros: Gleba A, Gleba B, Gleba C, Gleba E, Centro, Lama Preta, Nova Vitória, e os Phocs 1, 2 e 3. Já na orla, o recolhimento do lixo foi realizado em Arembepe, Catu de Abrantes, Guarajuba e Itacimirim. Como resultado da primeira etapa do mutirão de limpeza, a Prefeitura já retirou das ruas de Camaçari mais de 156 toneladas de lixo, somando sede e orla.
A previsão é coletar nove mil toneladas mês de lixo com trabalho feito em jornada de 24 horas por várias turmas da empresa de coleta. O contrato prevê, entre outros serviços, a coleta de resíduos domiciliares, coleta seletiva, varrição, limpeza mecanizada de praia, capinação mecanizada de vias públicas, lavagem de vias públicas, operação de aterro sanitário, coleta de resíduos de construção e roçagem.

Elinaldo faz vistoria no centro comercial seu antigo local de trabalho.

Elinaldo faz vistoria no centro comercial seu antigo local de trabalho.

O prefeito de Camaçari, Antonio Elinaldo, visitou nesta quarta-feira (4) o Centro Comercial de Camaçari. Ao lado de secretários, o gestor da cidade vistoriou todos os espaços da feira e identificou uma série de problemas.
“A visita foi para identificar os problemas da feira. Conseguimos analisar diversos problemas, como iluminação precária, lixos espalhados, problemas na limpeza e banheiros fechados. Hoje mesmo vou resolver algum desses itens”, afirmou o prefeito Elinaldo.
Após a reunião com os secretários de Serviços Públicos, Armando Mansur, e de Infraestrutura e Habitação, Joselene Cardim, ficou acertado que no domingo (8) a feira passará por um processo de higienização, como afirma Armando Mansur. “Já neste domingo faremos um trabalho de limpeza do esgoto e de higienização parcial da feira. Identificamos assim que chegamos que a feira precisa desse processo de limpeza com urgência”.
A secretária de Infraestrutura e Habitação analisou detalhadamente os problemas da feira e prometeu agir para garantir um ambiente mais digno aos trabalhadores e clientes do principal centro de abastecimento do município. “Notamos que os banheiros estavam fechados, a fiação do espaço estava exposta, isso é um perigo para os feirantes e para os consumidores. Vamos resolver isso o mais rápido possível”, destacou Cardim.

Lavagem de Arembepe 2017 - Vai ter ou não?

Lavagem de Arembepe 2017 - Vai ter ou não?



Considerada a maior festa popular da Região Metropolitana depois do Carnaval, o evento encerra o ciclo de comemorações populares da Bahia e movimenta toda a orla do Município.
A Prefeitura de Camaçari, através da Coordenação de Eventos, monta uma mega estrutura para proporcionar aos foliões uma festa segura e organizada com serviços essenciais, como os das polícias Civil e Militar e das secretarias municipais.
Aguardem maiores informações.

Segue até sábado (07) os festejos de São Thomaz de Cantuária

Segue até sábado (07) os festejos de São Thomaz de Cantuária


Em continuidade aos festejos em honra ao Padroeiro da Diocese de Camaçari iniciou nesta segunda (02/01) o Semanário de São Thomaz de Cantuária, que se estende até dia 07 de janeiro, na Catedral.  Entre os dias 02 e 06 de janeiro o  Semanário será às 18:30h, exceto na quinta-feira (05) que a programação inicia às 17h.
No contexto dos  50 anos da Paróquia e a  vivência do Ano Mariano em todo território nacional, o tema da festa é “São Thomaz de Cantuária, a Igreja e o Povo: Discípulos e Servidores da Palavra de Deus na missão da Igreja”.
Confira a programação do dia Festivo (07/01) :

05h – Alvorada de fogos
05:30h – Missa
06:30h  - Oficio de Nossa Senhora
07h – Missa dos Homens
08h – Café partilhado
09h – Missa dos Enfermos
10:30h – Celebração do Batismo
12h Missa da Misericórdia.
13h- Adoração
15h – Terço da Misericórdia
16h – Missa Solene em seguida procissão luminosa e benção do Santíssimo Sacramento.

Nota pública do prefeito Elinaldo

Nota pública do prefeito Elinaldo


Encontramos uma prefeitura destroçada, sem coleta de lixo, sistema de saúde depreciado, rede de educação precária. A situação mostrou-se bem pior do que imaginávamos, o que fortaleceu a decisão conjunta minha, do secretariado e dos técnicos da nossa equipe de adotar, nesse início de gestão, medidas extremas para conter todo tipo de gastos e economizar ao máximo de forma que a prefeitura possa, o mais rapidamente possível, regularizar os serviços públicos cujo mau funcionamento tanto tem angustiado a população de Camaçari.
A questão dos servidores é uma das mais graves. A folha de pessoal foi inchada nos últimos anos de forma irresponsável. Existe um contingente de mais de cinco mil servidores na prefeitura, o que nos obrigou a determinar o recadastramento de todos os funcionários para saber onde estão locados. Diante dessa situação, determinamos a proibição da contratação de novos funcionários até o mês de abril, tempo necessário para fazer um levantamento da situação, depois de ter dispensado todos os contratados através de cargo de comissão. 
A nova equipe está tentando resolver as deficiências de pessoal da máquina remanejando servidores dentro da própria estrutura, para não onerar o município, com o objetivo principal de economizar.
Nessa mesma linha, nossa gestão decidiu rever todos os contratos assinados na administração passada com a determinação de baixar seus valores ao máximo.
A situação financeira do município é tão grave que seria uma irresponsabilidade a Prefeitura patrocinar as festas de lavagens que ocorrem nesse início de ano. Infelizmente não temos recursos para isso. Determinei que só vamos participar da parte religiosa desses festejos. Além da falta de recursos para investir na organização da parte profana, o município não tem infraestrutura adequada, nesse momento, para o atendimento do grande fluxo de pessoas atraídas pelas lavagens. Repito que seria uma grande irresponsabilidade promover festas populares sem poder dar um atendimento de segurança e de atendimento necessários. Constatamos que a rede de saúde, em especial as UPAs não estão em condições de atender de forma digna as pessoas.
Nesse esforço estamos pedindo aos secretários que economizem no que for possível nas suas pastas da água, passando pela energia elétrica, até o material de escritório, para sobrar dinheiro para investir no município. Insistimos na necessidade de um esforço de todo governo nesse momento de crise e contamos com a compreensão da população de Camaçari nesse momento.
Antonio Elinaldo - Prefeito

Janete Ferreira é a nova diretora-presidente da Limpec

Janete Ferreira é a nova diretora-presidente da Limpec


A nova diretora-presidente da Limpec, (Empresa de Limpeza Pública de Camaçari) Janete Ferreira, disse em seu primeiro discurso à frente da empresa, na segunda-feira (2), que será preciso paciência nos primeiros meses de gestão. “Sabemos do potencial da empresa e onde podemos chegar. Mas, peço paciência a todos. Pois, vamos agir tomando um passo de cada vez. Buscarei imprimir na Limpec o regime de uma empresa privada, pois eu cresci no setor privado. Só assim vamos colocar essa empresa mais uma vez no patamar de excelência que já foi um dia”.
Bacharel em Direito, Janete Ferreira já foi vereadora em Camaçari entre os anos de 2005 e 2008. Mas, sua maior experiência profissional é no setor privado onde atuou por mais de 25 anos.